quarta-feira, 29 de setembro de 2010

VEM, AMOR

vem, amor

vem
vamos sentir o frio dos meninos
que ficaram sem ninguém
vem, amor
vem
sob o braço prateado da noite de luar
ouvir o eco da morte e da vida
e ecoar
nossa grandeza






quarta-feira, 15 de setembro de 2010

17 de setembro, marca o Dia do Herói Nacional,

O dia 17 de setembro, marca o Dia do Herói Nacional, pois nesta data em 1922, nascia Antonio gostinho Neto, médico e o primeiro Presidente de Angola.

O governo  divulgou um programa de atividades, do Dia do Herói Nacional.  Neste dia está programado :

1- Um Encontro de Reflexão sobre a Infância do médico Agostinho Neto. E a deposição de flores no Monumento Agostinho Neto.

2-Uma apresentação sobre o Carnaval de 2011 a realizar-se na Avenida Deolinda Rodrigues e a Praça da Independência com a  apresentação de 17 grupos
oncurso de desenho: Poesia de Agostinho Neto, poesia de Angola e Conferência Agostinho Neto "O homem e a nação e o Povo".

4- Exposição fotográfica sobre a vida e a obra dos primeiro presidente angolano.

5- Recital de Poesia de Agostinho Neto
Mesa Redonda sobre os temas
e palestras

Agostinho Neto, foi por várias ocoasiões presos pelo PIDE-DGS antiga polícia política portuguesa, e deportado para Tarrafal, Cabo Verde, sendo -lhe fixada residência em Portugal, de onde fugiu para o exílio e assumiu a direção do MPLA do qual foi presidente de honorário até 1962.
 
Historia de Agostinho Neto
António Agostinho Neto (Ícolo e Bengo, 17 de Setembro de 1922Moscovo, 10 de Setembro de 1979) foi um médico angolano, formado na Universidade de Coimbra, que em 1975 se tornou o primeiro presidente de Angola até 1979. Em 1975-1976 foi-lhe atribuído o "Prémio Lenine da Paz".
Fez parte da geração de estudantes africanos que viria a desempenhar um papel decisivo na independência dos seus países naquela que ficou designada como a Guerra Colonial Portuguesa ou Guerra do Ultramar como também é conhecida. Foi preso pela PIDE e deportado para o Tarrafal, sendo-lhe fixada residência em Portugal, de onde fugiu para o exílio. Aí assumiu a direcção do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), do qual já era presidente honorário desde 1962.

Agostinho Neto morreu num hospital em Moscovo no decorrer de complicações durante uma operação a um cancro hepático de que sofria, poucos dias antes de fazer 57 anos de idade. Foi substituído na presidência de Angola por José Eduardo dos Santos.que até agora esta no poder
 Obra literária
Poesia
  • 1957 Quatro Poemas de Agostinho Neto, Póvoa do Varzim, e.a.
  • 1961 Poemas, Lisboa, Casa dos Estudantes do Império
  • 1974 Sagrada Esperança, Lisboa, Sá da Costa (inclui os poemas dos dois primeiros livros)
  • 1982 A Renúncia Impossível, Luanda, INALD (edição póstuma)
Política
  • 1974 - Quem é o inimigo… qual é o nosso objectivo?
  • 1976 - Destruir o velho para construir o novo
  • 1980 - Ainda o meu sonho


 

domingo, 5 de setembro de 2010

Bem-vindos a Angola

Este é o pais dos angolanos onde tudo é ignorar…. Estamos cercado pelo regime aqui é abrir a boca até ao limite. Quando penso no pais que tenho começo a rir no meu âmago
Se somos filhos da mesma mãe saímos no mesmo buraco me pergunto varias vezes porque que os serer humano as vezes é tão carinhoso e por vezes é tão cruel,  eu vejo os nossos políticos com politicas de meia tigela falam mas não colhessem o povo porque será? Onde esses vão parar?
Depôs da morte será que vão no inferno ou na cinza, Angola é um pais dos seguidores dos ignorantes de pessoas perversas que não entende a realidade dos angolanos todos estão ali para sustentar as suas barrigas, olha o nosso pais esta a caminhar pelo abismo é amalhoria dos angolanos não se importa jovens é só beber, a dias a gasolina subiu ninguém fala nada. é os estrangeiros a entrarem no pais como se fosse um repatriamento nunca pensei ser vizinho de um chinês mas agora sou, as mulheres angolanas todas na beira da ilusão do brasileirismo pessoas pobres mas aliciados nas novelas, mal sabem ler mal sabem falar… aqui você encontra o pais daqueles ricos, filhos daqueles que sentam na primeira cadeira a brincar com o dinheiro ora são músicos hora são produtor sei lá o que querem brincam com dinheiro aqui é a Angola dos políticos que se bufam para sentar na primeira cadeira aqui também eu posso mandar um porá Aqueles partidos que não sabem fazer política. Sabem amigos estó cansado muito cansado com esta governação eternizada do MPLA. Eu vou morrer mas eles vão morrer mal muito mal

Escrito por Florentino calei
Lobito aos 05 de Setembro de 2010

sábado, 4 de setembro de 2010

Pode ser que um dia tudo acabe... tudo se vai
Mas, com a amizade construiremos tudo novamente,
Cada vez de forma diferente. E dando muitos passos em frente
Sendo único e inesquecível cada momento
Que juntos viveremos e nos lembraremos para sempre.
Há duas formas para viver a vida
Uma é acreditar que não existe milagre.
A outra é acreditar que todas as coisas são um milagre.

       Florentino Calei - 04 de Setembro de 2010