quarta-feira, 15 de Setembro de 2010

17 de setembro, marca o Dia do Herói Nacional,

O dia 17 de setembro, marca o Dia do Herói Nacional, pois nesta data em 1922, nascia Antonio gostinho Neto, médico e o primeiro Presidente de Angola.

O governo  divulgou um programa de atividades, do Dia do Herói Nacional.  Neste dia está programado :

1- Um Encontro de Reflexão sobre a Infância do médico Agostinho Neto. E a deposição de flores no Monumento Agostinho Neto.

2-Uma apresentação sobre o Carnaval de 2011 a realizar-se na Avenida Deolinda Rodrigues e a Praça da Independência com a  apresentação de 17 grupos
oncurso de desenho: Poesia de Agostinho Neto, poesia de Angola e Conferência Agostinho Neto "O homem e a nação e o Povo".

4- Exposição fotográfica sobre a vida e a obra dos primeiro presidente angolano.

5- Recital de Poesia de Agostinho Neto
Mesa Redonda sobre os temas
e palestras

Agostinho Neto, foi por várias ocoasiões presos pelo PIDE-DGS antiga polícia política portuguesa, e deportado para Tarrafal, Cabo Verde, sendo -lhe fixada residência em Portugal, de onde fugiu para o exílio e assumiu a direção do MPLA do qual foi presidente de honorário até 1962.
 
Historia de Agostinho Neto
António Agostinho Neto (Ícolo e Bengo, 17 de Setembro de 1922Moscovo, 10 de Setembro de 1979) foi um médico angolano, formado na Universidade de Coimbra, que em 1975 se tornou o primeiro presidente de Angola até 1979. Em 1975-1976 foi-lhe atribuído o "Prémio Lenine da Paz".
Fez parte da geração de estudantes africanos que viria a desempenhar um papel decisivo na independência dos seus países naquela que ficou designada como a Guerra Colonial Portuguesa ou Guerra do Ultramar como também é conhecida. Foi preso pela PIDE e deportado para o Tarrafal, sendo-lhe fixada residência em Portugal, de onde fugiu para o exílio. Aí assumiu a direcção do Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), do qual já era presidente honorário desde 1962.

Agostinho Neto morreu num hospital em Moscovo no decorrer de complicações durante uma operação a um cancro hepático de que sofria, poucos dias antes de fazer 57 anos de idade. Foi substituído na presidência de Angola por José Eduardo dos Santos.que até agora esta no poder
 Obra literária
Poesia
  • 1957 Quatro Poemas de Agostinho Neto, Póvoa do Varzim, e.a.
  • 1961 Poemas, Lisboa, Casa dos Estudantes do Império
  • 1974 Sagrada Esperança, Lisboa, Sá da Costa (inclui os poemas dos dois primeiros livros)
  • 1982 A Renúncia Impossível, Luanda, INALD (edição póstuma)
Política
  • 1974 - Quem é o inimigo… qual é o nosso objectivo?
  • 1976 - Destruir o velho para construir o novo
  • 1980 - Ainda o meu sonho


 

10 comentários:

ஐ¸.Lady .¸ஐ disse...

Bom dia!
Adorei conhecer mais um pouco dessa cultura maravilhosa.
Tenha um lindo dia.
Com carinho, Lady

Saozita disse...

Oláboa noite estimado Florentino.
Agostinho Neto, foi sem dúvida um grande estadista e um homem de bem! Julgo que Angola estaria bem melhor, se não tivesse falecido precocemente. Justa a homenagem ao Dr. Agostinho Neto, os Angolanos cumprem dessa forma o dever moral de preservar e respeitar a memória dos seus heróis.

Bjs

Sãozita

Rosemildo Sales Furtado disse...

Homenagem merecida meu amigo, foi um grande homem e deveria servir de exemplo para muitos.

Abraços,

Furtado.

'-Kelly Viana' disse...

ele é um homem para se ter como exemplo e sentir admiração!

Sandra Botelho disse...

Muito interessante.Bom saber mais sobre a cultura angolana.
Bjos achocolatados

Rosane Marega disse...

21 de Setembro!
Dia Mundial Pela Paz!
E que a Paz Reine Em Nosso planeta!
E que o Amor Vença A Guerra e Todos Os Seus Aliados!
Viva a Paz!
Um Beijão Bem Grandão no Seu Coração!

"Cantinho Poético" disse...

Não deixe ser
Noite em setembro
Brilhe os sonhos
- aqueles nossos –
Ao menos até dezembro

Ruth Maria Perrella

Bom dia.....Beijos Meus! M@ria

Lofa Kakumba disse...

É preciso fazer estória para ser contada como história. Man Nguxi bazou, mas volta sempre aos 17 de Setembro, coitado... é tão pouco tempo!

lukissa Mbala Antonio "RAMADHAN" disse...

O Nosso heroi nacional, fizeste bem colocar esses historias no seu blog. Gostei muito

garoto cientista disse...

olá meu amigo, muito bom conhecer um pouco mais de sua história e do país, seu processo de independência e seus heróis. Abraços.