sábado, 7 de dezembro de 2013

NA MINHA VÓZ


 

Ele já não nós pertence
Ele pertence a Historia
Madiba

Nas garras ardis das circunstâncias
Não titubeou e nem sequer chorou
Sob os golpes do infortúnio
A sua cabeça, se ergueu

Madiba

Do nobel recebeste
No sonho de uma nova africa
      Na escuridão do aparteie
       Assim na minha memória coletiva
Não perpetuou no poder

Madiba
          Grande filho de africa
             Um lutador intrépido, incansável
               Que nas palavras do outro se diz
                Lutador com nervos de aço

Madida

Você pertence a Historia
          Você deixou uma nação arco-íris

DINOCALEI-06-12-2013

1 comentário:

Arte & Emoções disse...

Um grande HOMEM que deve, ainda, servir de exemplo. Deixou uma grande lacuna no cenário político mundial.

Abraços e uma ótima semana pra ti e para os teus.

Furtado.