sábado, 13 de junho de 2009

A saída de Manuel da Silva “Manelito” na TPA foi aplaudida



Manuel da Silva que ocupava o cargo de Director de Informação da TPA deixou muitos funcionários deste órgão público “felizes da vida”. Segundo informações obtidas pelo NJ, a demissão em bloco da direcção já era desejo de muitos funcionários, por culpa de “comportamentos menos éticos de alguns directores”.
Quanto a Fernando Cunha, o exdirector-geral, trabalhadores da estação televisiva dizem que foi ele próprio que terá feito a sua “cama”, pois logo que foi nomeado começou “a admitir e a promover parentes e amigos, na sua maioria sem competência para os lugares indicados”.
Mas as mudanças na TPA também podem ter sido impulsionadas pela existência de um certo agastamento nos corredores do poder quanto ao desempenho da estação.
As críticas subiram de tom depois da entrada em cena do primeiro canal privado, a TV Zimbo, que nos últimos tempos, segundo é corrente na opinião pública, tem apresentado melhor qualidade informativa que a TPA.
Por outro lado, funcionários da Rádio Nacional de Angola (RNA) afirmaram que a saída de Eduardo Magalhães em nada alterará a situação lá dentro, uma vez que este “nunca teve poder.
“Quem manda na Rádio é o Rabelais e o Magalhães apenas fazia o que ele mandava”, atirou um quadro sénior deste órgão.

fonte-angola 24horas

Sem comentários: