quinta-feira, 17 de junho de 2010

GIRASSÓIS



Tem girassóis amarelos
o meu quadrado de sol
a vida espancada passa
mas no quadrado de sol
aberto sobre o jardim
os girassóis amarelos
velhos
mostram o fim

LUANDINO VIEIRA

18 comentários:

Mariana disse...

Eu acho lindo girassóis, tornam o lugar mais belo

Kimbanda disse...

Imagino o "quadrado de sol". Ver o sol através dessa janela (quadrado) de grades e a analogia com os girassois velhos que em liberdade, anunciam o fim.
Essa vida espancada dorida dos altos e baixos, que só não sabe o que é, quem já tenha desistido de a viver!
Kandandos

iza disse...

não abri porque o meu cantinho está aberto a todos os que me queiram ler

gosto de girassóis e de me perder no meio deles...

Livinha disse...

Parece que vês da janela,
um sol assim quadrado,
mas as flores do jardim
recebem dele um beijo
arredondado...
e fazem entre doces giros
giros de sol, giros de girassol
um amor sem dar-se ao fim
nos recantos do jardim...

Passando por aqui e gostei
do que li, do teu recanto
do teu perfil nas letras
o canto.
Parabéns!
Estarei te seguindo.

Bjs

Livinha

Valéria Sorohan disse...

Uma linda poesia. Muito singela.

BeijooO'

Blog do Beto Lemela disse...

Sou profundo admirador de ANGOLA, essa terra abençoada, meu país irmão. Não vejo a hora de acabar a corrupção desse país riquíssimo, oferecendo ao seu povo as benesses do conforto e prosperidade. Leio e acompanho tudo sobre ANGOLA e agora vou SEGUIR o seu blog, siga o meu também, de modo que possamos trocar idêias e assuntos. Já leu o livro SABOR DO MABOQUE escreito por uma angolana exilada no Brasil ? Leia que é maravilhoso e depois comente comigo e poste uma mensagem no blog dela também. Um Grande abraço do seu admirador BETO LEMELA

AFRICA EM POESIA disse...

Que bom passar por aqui ol
lindos girassóis.
kandandus

Ana Martins disse...

Muito intenso, gostei!

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! Passando para te desejar um ótimo final de semana e dizer que foste muito feliz na escolha. Belo poema. Pequeno na estrutura, porém, gigante na profundidade. parabéns!

Abraços,

Furtado.

Blog do Beto Lemela disse...

o MUNDO FICOU MAIS POBRE, PERDEMOS SARAMAGO, O MAIOR ESCRITOR DA LINGUA PORTUGUESA, O ÚNICO GANHADOR DE UM NOBEL.

Priscila Rôde disse...

Gosto deles, MUITO, por sinal.

Um beijo.

Jose Sousa disse...

Olá Flonrentino... este tambem gostei, pois é...
Nem tudo que é grande tem valor e há escritas pequenas que nos dizem muito.

Um abração deste teu Camba...
Já agóra, dá um abraço ao Guy e Mariane.
Ele está com problemas no PC. Gosto muito de vocês... meus cambas!!!

Rosane Marega disse...

Ah, eu gostei demais!
Beijos em teu coração e uma linda semana!

poetaeusou . . . disse...

*
o grande
Luandino Vieira, falou !
,
abraço,
,
*

"Cantinho Poético" disse...

Obrigada por vir amigo.Aqui tem espaço na casa e no coração.Volte sempre.....M@ria!!

Princesa disse...

Se te derem mil motivos para chorar,
Mostre a eles que você têm mil e um motivos para sorrir!
Tudo na vida têm os dois lados da moeda.
Um dia choramos ... Outro dia sorrimos!
Um dia perdemos ... Outro dia ganhamos!
Mas pelo menos viva aquele momento!
Ou fique apenas observando a vida passar!

Um bom dia para si
beijinhos
O tempo não para, a escolha é sua!

Jorge disse...

Olá, Florentino,
Uma bonita poesia, com sentimento.
Girassóis, são das flores de que mais gosto. Tem um sentido positivo da vida, orientando-se para o Sol. Quando velhos, as suas sementes garantem que eles perdurem.
Um kandando,
Jorge

Mariana disse...

Florentino vim te visitar.
Apreciei novamente os girassóis.
Voltarei.
Um grande abraço.